Casagrande é chamado de viciado depois de criticar Atlético-GO

Casagrande se envolveu em uma nova polêmica nesta segunda-feira (10) ao criticar o time do Atlético-GO que tomou a vacinação contra a covid-19 no Paraguai, vacina oferecida pela CONMEBOL. A crítica do ex-corintiano gerou uma série de comentários negativos sobre o clube goiano que teria “furado a fila da vacinação”, apesar dessa crítica não fazer o menor sentido.

Jovair Arantes

O presidente do Conselho Deliberativo do clube, Jovair Arantes detonou Casagrande em uma entrevista para a Band-FM:

“Vou falar de um dos que fizeram as críticas, o Casagrande. Se perguntassem se buscar cocaína no Paraguai era bom, ele falaria que é, porque ele é viciado em droga e não está acostumado com preparo físico, com respeitar vidas, com preservas vidas…”

“O que o Atlético-GO fez, e fez muito bem, foi vacinar lá, porque é uma vacina oferecida pela Conmebol, sem nenhum centavo do Brasil. Com esse volume de vacinas que estamos tomando, é economia para o Brasil, e nós entendemos que a prática esportiva tem que ser preservada também, como a vida.”

Casagrande, provavelmente percebendo que suas afirmações não faziam muito sentido, nem ao menos respondeu os comentário de Jovair Arantes.

Os jogadores imunizados fora do país é excelente para o Brasil, pois serão menos pessoas a serem vacinadas em território nacional e como assintomáticos diminuem a possibilidade de contágio entre as pessoas que convivem com esses atletas, é um custo menor para o Brasil e uma grande vantagem em termos de diminuir o risco de contágio enquanto não há vacinação para todos.

Casagrande, como sempre fazendo o que sabe fazer muito bem: falar bobagem.

Eduardo Ribeiro
Eduardo Ribeiro é professor na Gigante Escola em Itaquaquecetuba, atua na área de cursos profissionalizantes desde 2009. É bacharel em Ciência da Computação e pós-graduando em Direito Público, é fã de tecnologia, educação e política. É pré-candidato a vereador em Itaquaquecetuba.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: